+ CNN publica artigo sobre Miley
Posted on: 13 Outubro, 2013 by aiav Filed Under: Artigos, CDs Comentários: Nenhum comentário

O seu último álbum, “Bangerz,” está no topo do iTunes em 70 países, e a expectativa é que ela vai chegar ao topo da tabela Billboard 200 também.

Enquanto o seu sucesso pode ser visto como “toda a publicidade é boa publicidade,” aqueles que viram atentamente o desenvolvimento da rapariga de 20 anos dizem que essa não é a história toda.

No artigo “A vida de Miley Cyrus,” que examina a música, mensagens e jornada pessoal de Cyrus, fontes que conhecem a cantora/atriz dizem que a sua transição de estrela infantil e líder da claque para a fama adulta não foi acidente nenhum. Ao contrário, Cyrus executou a sua transformação com controlo total.

Shirley Halperin, editora de música no The Hollywood Reporter, diz à CNN que dá a Cyrus “muito crédito pela sua inteligência e sabedoria do que os consumidores querem.”

Apesar de tudo, Halperin diz: “Houve um tempo em que as pessoas pensavam que a Miley Cyrus nunca estaria no Top 40 das rádios, porque a Disney era pura demais. Bem… ela certamente deu a volta por cima“.

E como é que fez isso? Derramando sistematicamente a sua reputação de celebridade adolescente. Cyrus nunca foi “completamente pura” – mesmo antes de ela fazer 18 anos, a sua imagem já estava ocasionalmente em desacordo com a imagem esperada pelos pais que pagavam os bilhetes para os concertos de Hannah Montana.

Josh Eells, o escritor da Rolling Stone que foi com Cyrus ao salto de pára-quedas e a um estúdio de tatuagens para a reportagem da revista, acredita que o início desta transição aconteceu aos 17, quando Cyrus estava a gravar a comédia “LOL” em Detroit, com Demi Moore .

“Ela disse que aquela foi a primeira vez que ela estava… basicamente por sua conta. Havia outro(s) – obviamente o resto do elenco e a equipa estavam à volta – mas ela estava a viver sozinha,” Eels disse. “Ela ia às discotecas, algo que ela nunca fez antes. Eu acho que foi provavelmente ela ser anónima em Detroit por um bocado. Ela disse que aprendeu muito com (Moore), e acho que ela ficou mais na cena de hip-hop lá.”

Enquanto “LOL” falhou na reputação de Cyrus, um corte de cabelo nesse ano definitivamente marcou a sua reputação. Em Agosto de 2012, a cantora fez uma das maiores declarações que alguma celebridade pode fazer: ela mudou o seu visual para loira de cabelo curto, uma coisa que ela nunca fez antes.

De acordo com Steven Peterman, um produtor executivo do velho programa de Cyrus, “Hannah Montana,” que essa tomada de risco não é nada de novo.

A única coisa que fazes é perguntar: ‘O que ela vai fazer a seguir?’ Eu tenho feito essa pergunta sobre ela desde o dia em que a conheci“, disse Peterman.

Quando Cyrus fez o primeiro casting para o papel “ela era a pessoa menos provável para conseguí-lo“, continuou Peterman. Mas com a sua combinação de talento vocal e de imprevisibilidade, ela acabou a por a equipa do lado dela.

Havia algo nela que era tão vivo e tão destemido, e toda a gente falou sobre isso na sala“, disse Peterman. “Isso é parte de quem ela é. E é parte de, como artista, como ela provavelmente deve ser. Isso significa que ela vai, às vezes, cometer erros. Mas eu acho que ela é forte o suficiente para passar por tudo isso e passar para o outro lado.”

Claro que, enquanto Cyrus tirava as suas camadas de adolescência – juntamente com várias camadas de roupas, na verdade – muitos reprovaram a sua aparentemente nova imagem: Há referências à erva, vídeos musicais sexualmente sugestivos, fotos semi-nuas – para não mencionar o vídeo de “Wrecking Ball” – ambos cortesia de Terry Richardson.

E há aquela língua.

Mas, Eells sugere, “as coisas que nós vemos como loucas são muito calculadas. Pharrell (Williams) disse isso numa longa mensagem que lhe escreveu: ‘Não és um desastre de comboios, és o comboio que traz todos contigo.’ (Cyrus) parece tem tudo em controlo e sabe exatamente o que se passa.”

Halperin concorda, notando que não é muito fácil acordar e decidir chegar ao topo das tabelas.

Isto requer uma grande dose de planeamento, ‘estamos em 2007, lá para 2010-2011 queremos estar no top 40 das rádios’. Demora quatro anos para desenvolver um artista assim“, disse ela. “E é isso o que temos visto. Nós vimos o desenvolvimento dela. E não é um acidente, é algo muito estratégico.”

Para construir qualquer longevidade, Halperin explica, “Nós precisamos de vê-la através de todas estas fases musicais e mudanças estilísticas, é só olhar para trás com qualquer artista, exemplo Justin Timberlake e a ‘N Sync – e rir do que eles usavam, do que eles cantavam. Mas, naquele momento, era perfeito para o que o público estava a procurar. Cyrus sabe o que seu público quer.

Agora, Cyrus sabe que o seu público quer honestidade – às vezes da variedade nu. E com “Hannah Montana” a ficar cada vez mais para trás, vulnerabilidade sincera é o que a estrela pop pode oferecer.”

Com “Bangerz” e todas as mudanças que trouxe, Cyrus disse à CNN que ela agora está “pronta para ser mais honesta como artista. E o meu álbum é sobre isso.”

Fonte | Tradução: MileyForeverFans






Comenta

Comment: