+ [MSN] Liam e Miley acabaram
Posted on: 17 Setembro, 2013 by aiav Filed Under: Artigos, Outros Comentários: Nenhum comentário

É oficial Miley Cyrus e Liam Hemsworth puseram um ponto final no noivado. O representante das duas estrelas confirmou à People o fim da relação que passou por muitos altos e baixos ao longo deste ano.

O casal que se conheceu nos bastidores do filme «The Last Song», em 2010, ficaram noivos em maio de 2012, e na altura a cantora mostrou-se super entusiasmada com o caminho que a relação levava. «Estou muito contente por estar noiva e com a perspectiva de uma vida feliz ao lado do Liam», confidenciou Miley à Peopla. Mas no início de 2013 Miley (20) e Liam (23) decidiram adiar o casamento. A cantora chegou a ser vista sem o seu anel de noivado de 3.5 quilates.

Mas em julho o anel voltou para o «seu lugar» e o par voltou a ser visto junto no Canadá, onde Liam estava a filmar «Cut Bank». Também em agosto a relação parecia estar firma, quando embelezaram a passadeira vermelha do filme «Paranoia», protagonizado por Liam.

Desde então que o casal parece ter seguido caminhos diferentes. Miley continua a promover o seu álbum «Bangerz». Já Liam prepara-se para a promoção do filme «Catching Fire».

Mas não é só pelo fim do relacionamento que Miley tem feito correr tinta na imprensa. Aliás a cantora tem sido um dos alvos mais apetecidos pelas suas atitudes rebeldes. Miley parece decidida a livrar-se do seu lado Hannah Montana e em partes do seu último videoclip («Wrecking Ball») a jovem cantora surge nua. O vídeo foi divulgado pouco tempo depois da sua controversa atuação nos MTV Video Music Awards (VMA’s).

Parece que longe vai o tempo em que víamos Miley assim, vestida e sorridente, sem a língua de fora ou em poses que claramente têm o intuito de escandalizar. Se o que a cantora de 20 anos tem feito ultimamente é com o objetivo de se afastar da imagem de menina bonita ou da sua associação à Disney, então esse objetivo está cumprido.

Primeiro, a atriz que interpreta a icónica Hannah Montana cortou o cabelo, em maio passado, corte esse que deu que falar. Ao Toronto Sun, Miley disse na altura que não tinha planeado o corte, mas que este «mudou tudo» na sua vida e lhe deu confiança. A cantora gostou tanto do seu novo visual que ao E!News disse que nunca mais iria voltar ao penteado comprido.

Pouco tempo depois dessa mudança radical de «look», Miley foi eleita a mulher mais sexy do ano pela revista Maxim, lugar esse que anteriormente tinha sido atribuído a Bar Rafaeli. Ao mesmo tempo, fomos assistindo a uma mudança de estilo também, com muitos símbolos «punk» incorporados nas indumentárias da cantora de «We Can?t Stop».

Ainda que adotasse saias e calções muito curtos e tops que mostravam uma barriguinha cada vez mais tonificada, ao mesmo tempo que publicava nas redes sociais poses atrevidas, ninguém adivinhava que a sua atuação nos VMA’s fosse como foi.

Depois de observarmos a sua carreira de atriz, que começou em 2001, quando Miley tinha 9 anos de idade, seria difícil antever que o seu futuro estaria tão associado à polémica. Mas de 2009 até hoje, Miley mudou e bastante. Contudo, segundo o seu empresário Larry Rudolph, o mesmo de Britney Spears, a sua evolução tem sido «saudável».

Nem todos parecem achar tal coisa. Segundo a imprensa internacional, que continua a falar da atuação de Miley nos VMA’s, duas semanas passadas sobre o caso, estava previsto que a cantora fosse capa da Vogue norte-americana de dezembro. Contudo, Anna Wintour, editora-chefe da publicação, decidiu cancelar esse projeto.

Segundo o Daily Mail, a responsável da prestigiada revista, classificou a atuação de Miley como «de mau gosto». A cantora iria alegadamente surgir na publicação como um novo ícone da moda, mas parece que sua actuação com Robin Thicke fez com que Anna Wintour mudasse de ideias.

No entanto, ainda em agosto Miley Cyrus foi a figura-destaque na Harper?s Bazaar norte-americana e foi elogiada pela sua sessão fotográfica em que, não só surgiu com o seu lado mais «roqueiro» e «punk» em força, como também foi vista com sensuais peças da autoria de Armani Prive, Atelier Versace e Chanel.

Recentemente também, Miley surgiu ousada na V Magazine e pôs a nudez a uso pela campanha «Protect The Skin You?re In», surgindo sem roupa numa t-shirt, cujas vendas revertem a favor de um instituto de cancro da pele.

Não satisfeita com toda a atenção que tem tido por parte da comunicação social, a cantora ainda atuou, no dia 7 de setembro, num programa televisivo alemão. Na sua performance, Miley fez-se acompanhar por uma banda constituída por anões e ainda brindou o público com alguns movimentos de «twerk».

Caso ainda não saiba em que consiste o «twerk», este é um movimento ousado, com especial incidência nos glúteos, que Miley ajudou a tornar famoso pela internet e pelo mundo fora, de tal forma que a palavra foi incluída no último dicionário Oxford apesar de já existir há cerca de 20 anos.

Como se não bastasse tudo isto, que tem feito as delícias da imprensa e especialmente dos tabloides, Miley Cyrus escolheu uma especial indumentária para o videoclip do seu último single, «Wrecking Ball». A cantora, ora surge de cuecas e top, ambos brancos, ora surge só com umas botas calçadas enquanto está em cima de uma bola de um guindaste de demolição, que tapa pontos estratégicos do seu corpo. Tudo isto é intercalado, por imagens da cantora a lamber um martelo de forma lasciva.

Tanto o pai, Billy Ray Cyrus, como Liam Hemsworth (que na altura ainda era noivo da cantora), desdramatizaram a atuação de Miley nos VMA?s, mas a verdade é que a cantora parece fazer tudo para manter a polémica acesa.

Seja para onde for que Miley queira ir, a verdade é que não há como escapar às origens. Ainda que a jovem esteja muito diferente da rapariga simpática nesta foto de 2000, sabemos que há ainda um pouco dela em Miley, por mais que esta a queira esconder com atitudes controversas.






Comenta

Comment: