+ Miley insultada por Kid Fury
Posted on: 15 Agosto, 2013 by aiav Filed Under: Artigos, Outros Comentários: Nenhum comentário

O blogger, Kid Fury, utilizou o twitter para insultar Miley Cyrus sobre as suas músicas recentes e a sua cor de pele. O blogger enviou tweets à cantora comentários preconceituosos por ser branca e estar ligada cada vez mais à cultura negra.

Confere o que se passou:

 

Miley Cyrus diz que ouve músicas com estilo “urban” e “hood” que, aparentemente, lhe dão, na sua opinião, um passe para se apropriar da cultura negra.

Isso não assenta muito bem com toda a gente. O blogger influente e podcaster Kid Fure atacou Cyrus no Twitter, dizendo algo que muitas outras pessoas têm pensado há algum tempo. (Especialmente depois dos escritores de “We Can’t Stop” dizerem que “Ela disse ‘Quero urban. Quero algo que se relacione com negros.'”)

Cyrus iniciou a fúria de Fury com o tweet dizendo “Hey, Miley? És branca e rica” ou alguma coisa do género.

Eu sei qual é a cor da minha pele. agora podes acabar com os lembretes amigáveis cabra. (tweet de Miley)

Fury respondeu logo e disse “Estou certo de que disse ‘sai já daqui’, irmã. @MileyCyrus.” e continuou:

  • Cabra estás aqui a apropriar-te da nossa cultura como meio de te virares contra os teus dias da Disney, e nós temos que nos calar sobre a cor da tua pele? @MileyCyrus
  • Moça, cala já a tua boca. @MileyCyrus
  • Os nervos dos parolos…
  • As pessoas negras são lembradas pela nossa cor todos os dias por motivos piores. Estás chateada porque fazes twerk branco cabra? Senta-te.
  • Nós aqui somos “parados e revistados” A SÉRIO, irmã. Cala a boca. @MileyCyrus
  • Isto é tipo roubar o carro de alguém e depois ficar chateado por ninguém ter visto.
  • Eu estava apenas a dizer o quanto gosto de “We Can’t Stop” e eu podia ter deixado ficar, mas aquilo foi demasiado.

Pouco tempo depois, Cyrus postou a letra de “We Can’t Stop”, uma música originalmente para Rihanna:

miley-cyrus-mouth its my mouth i can say what i want to

Cyrus recebeu algumas críticas pela sua recente, e como que súbita, transformação de hippie-chic entusiasta de Pilates para uma rapariga hip-hop que usa grill – mas nunca tanta crítica e tão forte como esta.

A fúria de Fury fez com que a comunidade do Twitter se virasse contra Cyrus, com respostas como estas:

“Oh olá @mileycyrus! Este é o teu lembrete diário de que tu és, de facto, uma rapariga branca. Não preta. Triste para ti, eu sei,” “O engraçado é que estes produtores negros estão a trabalhar contigo para dizerem que têm um hit. Não porque tens talento @MileyCyrus,” e “#WhitePrivileges @MileyCyrus ficar ofendida quando é chamada de branca quando se apropria de uma cultura e usa mulheres negras como acessórios.”

 

Fonte | Tradução: MileyForeverFans






Comenta

Comment: