+ Miley em entrevista ao Daily Star
Posted on: 20 Julho, 2013 by aiav Filed Under: Curiosidades, Entrevistas, Outros Comentários: Nenhum comentário

Miley cedeu mais uma entrevista, desta vez ao Daily Star, onde falou sobre o seu novo vídeo e as polémicas nele envolvidas.

Confere a entrevista:

 

A divulgação é tão impertinente na MTV do Reino Unido que os seus chefes enviaram 18 páginas de edições que eles queriam fossem feitas antes do vídeo ir para a televisão. O vídeo mostra Miley twerking e a beijar uma boneca insuflável.

Miley disse-me: “Britney e Madonna – todas as melhores artistas pop arriscaram.

É tão ridículo, porque podemos matar alguém num filme mas não podemos mostrar algo como o meu vídeo” Ela simula sexo oral.

O mundo chegou a um ponto grotesco. A última coisa que as pessoas precisam de se preocupar é com o meu bonito vídeo.

Eu queria que fosse cheio de energia como tudo no Instagram é – e são coisas viciantes, de qualquer maneira.

Eu sinto que eu vivo num mundo diferente – Eu moro em Los Angeles e não vejo tudo. Quanto a saber se eu canto “Dançando com Miley” ou “Dançando com Molly”, isso depende. Se tiveres 10 anos, é Miley. Se conheces o que eu estou a falar, então sabes do que estou a falar.” E ela está a falar de Ecstasy.

Eu encontrei-me com a cantora auto-confiante de 20 anos de idade para ouvirmos as canções do seu álbum novo.

Miley foi entregue à mudança de uma estrela pop jovem mais credível que eu já ouvi.

Drive, que ela co-escreveu com o produtor Mike WiLL, é um sucesso mundial quanto à produção.

Wrecking Ball, que ela fez com Dr. Luke, é uma balada épica e 4×4 com Nelly, de 38 anos, e produzido por Pharrell, é um aceno para as suas raízes country de Nashville.

Miley continua: “Eu sinto que estou numa geração que entende as coisas,”

Se me vires aí, sabes quem eu sou. As ações falam mais alto que as palavras.

Eu não sou como qualquer outra pessoa que surgiu e tentou provar alguma coisa – Eu já provei isso.

Confiante mas não arrogante sobre o seu talento, não é de admirar que muitos veteranos da música fizeram fila para trabalhar com Miley neste álbum, que irá ajudá-la a perder a imagem da personagem Hannah Montana. Ela revelou: “Todos têm que trabalhar em coisas que realmente não se preocupam antes de acabar onde eles querem ser. Eu queria ser capaz de chegar até aqui, quando eu fosse mais velha, e fazer o que eu quero. E não ter que trabalhar por dinheiro ou pra ficar famosa.” Miley aprendeu muito no estúdio com Pharrell, de 40 anos, que está por detrás alguns dos maiores sucessos de 2013 – Get Lucky com Daft Punk e Blurred Lines de Robin Thicke.

Ela explicou: “Ele é incrível. Ele destaca-se na indústria da música mas também na indústria da moda. Ele é um empresário e tão inteligente. Ele fez o seu nome muito maior do que apenas música. Quando ele aparece na rádio sabes de imediato que é o Pharrell. Isso é muito importante para os artistas.






Comenta

Comment: