+ Crítica Portuguesa De “A Melodia Do Adeus”
Posted on: 17 Abril, 2010 by aiav Filed Under: Notícias Comentários: Nenhum comentário

 

A crítica foi feita pelo jornal português, Correio Da Manhã. Lê a crítica abaixo:

 

Adeus vida de solteira, adeus Hannah Montana. ‘A Melodia do Adeus’, em estreia nacional esta quinta-feira, parece ter mudado radicalmente a vida de Miley Cyrus, a adolescente que se tornou rainha dos baixinhos nos EUA aos 13 anos com as suas cantorias enquanto Hannah Montana, popular figura televisiva entre adolescentes.

Apaixonada por Liam Hemsworth, seu par romântico na trama romântica assinada por Nicholas Sparks (autor do best seller homónimo e em estreia como argumentista), a jovem de 17 anos até pensa casar em breve, segundo o ‘Daily Telegraph’. Não sem antes vir a Lisboa, ao Rock in Rio, no próximo mês.

Primeiro argumento do bem sucedido Nicholas Sparks, ‘A Melodia do Adeus’ chega às salas de cinema com um misto de rebeldia teenager e sabor simplista de romance à beira-mar do mais visto que há.

A receita, ainda que já gasta, granjeia sempre inúmeros adeptos e a prová-lo está a bilheteira – mais de 40 milhões de dólares (quase 30 milhões de euros) desde a estreia nos EUA, a 31 de Março.

Miley é ‘Ronnie’, uma jovem de 17 anos (como ela) que, juntamente com o irmão mais novo, vai para uma pequena praia costeira passar as férias com o pai, que não vê há três anos desde que este se divorciou da mãe. Aí, a adolescente problemática e azeda, sobretudo com o pai (que culpa pela separação da família), acaba por fazer as pazes com ele, pela música (claro!), e com a vida, ao encontrar o primeiro amor.

O enredo já se vê: promete lágrimas a rodos e muitos beijinhos no mar. Além de toda a previsibilidade, além do tom já de si lamechas da trama de Sparks – sempre muito sentimentalista e a puxar ao dramatismo -, também Miley Cyrus ficou aquém da profundidade exigida pelo papel da sua problemática ‘Ronnie’.

Tudo é superficial, forçado e, em cima da falta de jeito da cantora para representar, também a sua voz chega a ser irritante, não ajudando a credibilizar a personagem. A crítica especializada também não poupou a actriz adolescente e as apreciações à sua interpretação foram demolidoras.

Segundo a Imprensa norte-americana, além de artificial, Miley não conseguiu libertar-se de alguns trejeitos de Hannah Montana. Ainda assim, este parece ser o primeiro passo para despir a popular figura dos baixinhos…

 






Comenta

Comment: